Organizador

Secretaria de Cultura
Fone
(14) 3263-6525
E-mail
cultura@lencoispaulista.sp.gov.br
REGISTRAR

Localização

Teatro Municipal "Adélia Lorenzetti"
Rua Cel. Álvaro Martins, 790 - Centro, Lençóis Paulista - SP, 18682-180

Mais Informações

Leia Mais

Data

11 out

Tempo

20:00

Custo

Gratuito

Madama Butterfly

A ópera será cantada no seu idioma original, o italiano, com legendas em português.
 
Ópera em três atos do italiano Giacomo Puccini (1858-1924), com libreto de Luigi Illica e Giuseppe Giacosa.
 
Com: Mariana Álamos (soprano), Ana Lucia Benedetti (mezzo-soprano), Paulo Mandarino (tenor), Douglas Hahn (barítono) e Lukkas Martins (ator), Matheus Alborghetti (pianista) e  Ana Vanessa (direção cênica).
 

 
Sinopse: Por volta de 1900, uma jovem da cidade de Nagasaki, no Japão, se apaixona perdidamente por um oficial da marinha norte-americana que está a serviço neste país que havia apenas começado a se abrir ao ocidente. Apesar de apreciar a companhia dela e de participar de uma cerimônia matrimonial com a moça, ele não tem a menor intenção de levar este relacionamento a sério. Apenas após voltar aos Estados Unidos, se casar (desta vez pra valer) com uma norte-americana e vir de novo a Nagasaki a trabalho ele se dá conta do abismo existente entre os planos que teve desde sempre e as expectativas da abnegada e apaixonada jovem que ele havia deixado para trás – bem como das várias e terríveis consequências dos seus atos.
 
Madama Butterfly é sem dúvida um dos títulos mais conhecidos, emocionalmente intensos e musicalmente bem acabados do vasto repertório operístico italiano. A obra foi composta no começo do século passado por Giacomo Puccini, que contou com a fundamental colaboração dos libretistas – que estão para a ópera como os roteiristas estão para o cinema e as séries de televisão – Luigi Illica e Giuseppe Giacosa, também italianos. Madama Butterfly foi estreada em 1904 no Teatro alla Scalla de Milão, que é até hoje um dos grandes templos da ópera no mundo. Depois disso a obra – escrita originalmente com apenas dois atos – foi revista pelo próprio compositor nada menos do que quatro vezes, até ficar como a conhecemos hoje.
 
 
Origamis: @gabiayol Gaby Oliveira Cabelo e maquiagem: Elis de Souza
*Crédito Fotos: @stigfotografia Fabiana Stig
 
 
Retirada de ingressos na Casa da Cultura a partir as 12h do dia 07/10.